Deionizador para Aquário - 5 Dicas para Aumentar o seu Desempenho!

Para manter um aquário de água salgada é imprescindível ter um deionizador para aquário ou, se possível, uma osmose reversa com deionizador.

Porém manter um deionizador para aquário é caro. Concorda ?

Porque quando o volume de água evaporado é elevado, a utilização da resina mista é muito grande e, na maioria das vezes, satura rapidamente.

Então, pensando em uma maneira de reduzir o gasto com a resina, fiz uma pesquisa na internet e também com os clientes que atendemos na nossa loja e verifiquei que é possível melhorar o desempenho dos deionizadores por meio de pequenas alterações que geram melhor funcionamento da resina e, dessa forma, sua vida útil será maior.

Foto de Aquário

Primeiramente, é preciso seguir corretamente o processo básico de cuidados para que a sua água se torne deionizada e bem filtrada para que o resultado final se alinhe às suas expectativas.  Por isso, vou explicar os principais passos de filtração e, logo depois, passar as dicas de forma simples para que você execute no seu sistema.

O primeiro passo para filtração da água é diminuir a quantidade de partículas sólidas que estão presentes nela, pois mesmo que você coloque a água em um copo e a veja completamente transparente e límpida, é possível que contenha partículas bem pequenas ou quase invisíveis ao olhar. Então é fundamental utilizar um filtro que remova partículas, com grau de filtração para aquário que varia de 10 micra a 0,2 micron.

A segunda etapa é a remoção química da água. Esse método já se tornou muito popular e, normalmente, é seguido por todos. Essa filtragem ocorre por meio do carvão ativado, que pode ser o carvão granulado, carvão impregnado ou carvão block.

A próxima etapa deve ser a Osmose Reversa. Caso você não possa utilizá-la, então sugiro a Resina mista para deionizadores sem Osmose.

Finalizada a resina, recomenda-se que a água passe novamente por um filtro de retenção de partículas para bloquear qualquer resíduo e evitar que esse acabe no seu aquário.

Bom, agora que você verificou os princípios básicos, confira as grandes dicas para melhorar o desempenho do seu sistema.

Vamos Lá ?

#1 - Coloque seu Deionizador para Aquário em Ordem de Filtragem

Antes de qualquer técnica especial, o primeiro passo é colocar o seu sistema na ordem de filtragem, ou seja, vamos passo a passo montar o sistema de acordo com os princípios de filtragem.

Filtro 01 - Pré filtro de Polipropileno.

O primeiro filtro deve ser de polipropileno. Outros sistemas como pedras ou mantas não alcançam a eficiência que o polipropileno possui. Caso você utilize o carvão primeiramente, faça a alteração.

Filtro 02 - Filtragem Química

Após passar pelo polipropileno, a água já pode passar pelo carvão ativado. Nesse ponto você deve utilizar no minimo um refil de 10", pois menos que isso a filtragem estará deficiente.

Obs.: Existe um refil que já tem essas duas etapas conjuntamente: uma parte do refil é de polipropileno e a outra metade é de Carvão Ativado.

Filtro 03 - Osmose/Resina Mista

Após a filtragem química, sua água já está pronta para passar pela resina. Nesse ponto será realizada a troca iônica da água.

Obs.: Se você tiver osmose reversa, então sua água passará pela osmose e, após, passará para a resina.

Filtro 04 - Filtro de Polipropileno

O último passo é garantir que nenhuma impureza vá para o seu aquário, utilizando uma filtragem com polipropileno de 1 mícron.

Caso você tenho problemas com água não tratada e, consequentemente com microbiologia, indico o refil de  polipropileno de 0,2 mícron que faz a retenção de bactérias.

Modelo de sistema RO para Aquario

#2 - Lavagem do Carvão e da Resina do seu Deionizador para Aquário

Esse processo é muito importante para que você mantenha sua resina e a osmose do seu deionizador para aquário por tempo mais prolongado.

Então a dica é: toda vez que ocorrer a troca do carvão ou que houver movimentação do filtro, é necessário descartar no mínimo 10 litros de água.

Faça a água passar apenas pelo carvão e descarte essa água, pois ela vem carregada de particulados (Literalmente é lavar o carvão); se você permitir que essa água vá para a resina, esses particulados podem ficar dentro dela e atrapalhar a filtragem.

Também é muito importante lavar a resina e, no caso dela ser regenerada, você deve mesmo lavá-la muito bem antes de enviar a água para o aquário, pois o seu processo de ativação (ao regenerar a resina) é feita com ácido e sódio.

Carvão Granulado

#3 - Quantidade de Resina e tempo de residência

Existe um mito/necessidade que pouca resina produz bastante água e com qualidade.

Vamos lá. Vou explicar, pois o assunto é polêmico.

Muitas vezes o alto custo da resina faz com que busquemos alternativas de uso com baixas quantidades de resina e existem projetos na internet com as mais variadas formas de montagens, por exemplo:

Em uma mangueira de jardim com carvão e resina dentro;

Canos de várias bitolas, uma com resina e outro com carvão;

Água de ar condicionado.

A maioria desses projetos funcionam, apesar de não retirar 100% da capacidade dos filtros e não dispor de facilidade de uso.

Qual a quantidade ideal de resina  ?

No mínimo 1 litro de resina, se a altura do seu copo for igual ou maior que 25 cm; essa altura é necessária para que tenha tempo de residência (tempo da resina em contato com a água).

Se o seu copo for largo e 1 litro de resina não ficar com altura de 25 cm, então recomendo usar mais um litro, para atingir essa altura. Mas se você usar um copo de filtro (cano) muito fino você vai perder em vazão de água e será um processo lento para que a sua água fique deionizada.

1 litro de resina cabe em uma medida de 25 cm de altura x 6 cm de diâmetro.

Obs.: Se você aliar quantidade de resina ao tempo de residência, seu resultado vai ser fantástico.

#4 - Resina MB478 x MB400 X MB20 X Regenerada

Qual Resina comprar para o meu deionizador para aquário?

Existem dois tipos básicos de resina: Aniônica e Catiônica - cada uma retira um tipo de íons da água. Ainda existe a resina mista, que é a união desses dois tipos - a proporção da mistura é o que define o tipo de resina.

As proporções são as seguintes:

Resina Mista MB478 é 50% de cada;

Resina Mista MB400 é 40% catiônica e 60% Aniônica;

Resina Mista MB20  é 38 a 44% catiônica e 56% a 62% Aniônica.

Resina Mista Regenerada - Para regenerar é necessário separar as resinas, então pode ser montada conforme a solicitação. A Via Filtros trabalha com 40% catiônica e 60% aniônica.

Nos testes que realizamos para avaliar qual resina possui melhor desempenho - em equipamentos que nós mesmos montamos, a quantidade de resina está entre 40 e 80 litros - a resina MB20  E MB400 foram as que apresentaram maior vida útil e qualidade.

Obs.: O custo da resina aniônica é maior que o da catiônica.

Qual usar no aquário?

Para água de entrada com TDS maior que 70 (Condutividade > 115 us/cm) usar a MB400 ou MB20. O tempo de duração X preço irá compensar.

Para água de entrada com TDS menor que 70 (Condutividade > 115 us/cm) usar a MB478, mas ainda assim recomendo fazer um teste com MB20 ou MB400 para verificar se o tempo de duração compensará o preço.

A resina regenerada dura em média 60% do tempo em relação à resina nova; para água com TDS < 80 compensa testar essa resina, pois é a metade do preço, mesmo que a troca for mais rápida, irá compensar o preço.

Se você usar osmose reversa pode usar a regenerada, pois vai zerar o TDS com facilidade.

Resina MB20 para Deionizador de Aquario Viafiltros

#5 - Como a água deve passar pela Resina ?

Essa, sem duvida, é uma dica incrível. Muitas pessoas comentem esse erro. O fluxo de água interfere totalmente na qualidade e duração da resina.

Como expliquei anteriormente, a resina mista é composta por dois tipos de resina e uma é mais pesada que a outra!

Quando a água passa pela resina no sentido de baixo para cima, a resina se move e vai acontecendo a separação da resina aniônica da catiônica. Com o tempo você tem uma embaixo e a outra em cima perdendo demasiadamente a eficiência de troca iônica. Muitas pessoas percebem na hora da troca que a resina fica duas cores diferentes.

Se na sua montagem a água estiver entrando por baixo do copo do filtro ou seja de baixo para cima, altere a direção e você terá resultados bem melhores.

O caminho correto é entrar por cima, compactando a resina e sair por baixo, sem alterar a mistura das resinas.

Resina mista separada  

 #6 - Dica EXTRA !!

Utilize vazão baixa na resina para que o tempo de residência seja maior e a qualidade da sua água seja  muito boa!

Não utilize registro na entrada do seu equipamento para controlar a vazão, coloque o registro no final. Assim a pressão da água se manterá, fazendo com que a resina permaneça compactada.

Quando o registro está na entrada e o fluxo de água é muito pequeno, cria-se caminhos viciosos na resina, interferindo na qualidade da água.

Deixe seu comentário. Vamos montar um guia para deionizador para aquário, caso você tenha uma ideia ou dica para nos ajudar, me envie !

Um Abraço

Ricardo

9 ideias sobre “Deionizador para Aquário - 5 Dicas para Aumentar o seu Desempenho!”

Deixe uma resposta
Carregando...