Água Pura: características e considerações

Água Pura – INTRODUÇÃO

Por mais de 30 anos, água pura tem se tornado uma necessidade crescente para todas as categorias de usuários: governamental, industrial, institucional, médica, comercial e residencial. Cada vez mais uma maior gama de técnicas tem sido utilizadas para chegar a água pura, motivado por indústrias ao refinar as técnicas existentes de tratamento de água, combinar métodos e explorar novas tecnologias para garantir a água nesse estado.

Apesar das grandes melhorias que aconteceram, mitos e equívocos ainda existem. Este artigo água pura vai ajudar o leitor a compreender um pouco sobre a qualidade da água.

A ciência tem demonstrado que existem vários problemas de tratamento de água e que eles não são exatamente iguais. Sempre haverá diferenças entre técnicas de tratamento de água ou soluções aceitáveis e cientificamente sólidas para qualquer solução, mesmo que sejam usados diversos métodos. Além disso, podemos dizer que não existem certezas absolutas para se chegar à água pura.

Água Pura - O PROBLEMA PARA SE CHEGAR A ÁGUA PURIFICADA

No seu estado puro, a água é um dos solventes mais agressivos que já se conhece.

Chamado de "solvente universal", a água, até certo ponto, dissolve praticamente tudo com o que entrar em contato. A água pura tem um elevado estado de energia e, como tudo na natureza, parece conseguir equilíbrio com o ambiente. Ela dissolve a quantidade de material disponível até que a solução atinja a saturação, o ponto em que nenhum outro sólido pode ser mais dissolvido.

Contaminantes possíveis da água pura incluem gases atmosféricos, sais minerais, materiais orgânicos (alguns naturais, outros deixados pelo homem) além de quaisquer materiais utilizados para transportar ou armazenar água.

O ciclo hídrico ilustra o processo de contaminação e purificação natural.

Ciclo da Água Ciclo da Água

Água Pura - CONTAMINAÇÃO NATURAL E PURIFICAÇÃO

O abastecimento da água da superfície ocorre através da evaporação e transpiração - pela vegetação-, diretamente para a atmosfera.

A água evapora, em seguida condensa-se no ar mais frio em núcleos tais como partículas de poeira e acabam voltando para a superfície da terra em forma de chuva, neve, granizo ou outra precipitação. Dissolvem-se gases, tais como o carbono, dióxido de carbono, oxigênio e as emissões naturais e industriais, tais como nítrico óxidos e sulfúrico, assim como de monóxido de carbono. Água da chuva típica tem um pH de 5 a 6. O resultado do contato com níveis mais elevados desses gases dissolvidos é geralmente uma condição levemente ácida - o que é hoje chamado de Chuva Ácida - que pode ter um pH tão baixo quanto 4.0.

A medida que a chuva se aproxima do chão, ele agrega muitos adicionais - contaminantes particulados no ar, pó, bactérias e as emissões de inúmeras outras fontes.

Outras precipitações caem no oceano e algumas evaporam antes que atinjam a superfície da Terra. A precipitação que atinge a terra reabastece lençóis freáticos e fontes de água superficiais.

A água que se infiltra através da camada porosa da terra é substancialmente "filtrada" por esse processo. A maior parte das partículas é removida, a contaminação orgânica é consumida pela atividade bacteriana no solo. Outras formações geológicas contribuem para absorção de minerais, tais como magnésio, ferro, sulfatos e cloretos. A adição destes minerais geralmente eleva o pH das águas subterrâneas para uma gama de 7 a 8,5.

Esta água mineral é armazenada em formações subterrâneas naturais chamadas aquíferos. Estas são a fonte de água usada por poços residenciais, industriais e outros.

As águas de superfície, tais como rios, lagos e reservatórios normalmente contem menor contaminação mineral porque a água não passa pelo solo da Terra. As águas de superfície, no entanto, contem níveis orgânicos elevados e partículas não dissolvidas, porque a água entrou em contato com vegetação.

Água Pura - CONTAMINAÇÃO BACTERIANA

Um fator que dificulta muito a pureza da água é a contaminação e o controle do crescimento bacteriano. A água é essencial para toda a vida e, por isso, auxilia o crescimento bacteriano ao carregar nutrientes, além de sua estabilidade térmica proporcionar um ambiente controlado.

Água Pura - IMPUREZAS DE IDENTIFICAÇÃO

O impacto das várias impurezas geradas durante o ciclo hidrológico e/ou colonização bacteriana depende de requisitos especiais de quem utilizará a água. A fim de avaliar a necessidade de tratamento e adequada tecnologia, os contaminantes específicos devem ser identificados e medidos.

Água Pura – Identificação Geral Qualitativa

Identificação qualitativa é geralmente usada para descrever características estéticas da água. Entre outros, estes incluem: • transparência • gosto • cor • odor

Água Pura – Turvação

A turvação consiste nos materiais em suspensão na água, causando uma aparência nebulosa. Esta aparência turva é causada pela dispersão e absorção de luz por estas partículas. As matérias em suspensão podem ser inorgânicos ou orgânicos. Em geral, o pequeno tamanho das partículas impede a rápida sedimentação do material e a água deve ser tratada para reduzir a sua turvação

Não existe correlação de turvação com a concentração de partículas presentes, uma vez que as propriedades de dispersão da luz variam entre os materiais e não são necessariamente proporcionais à sua concentração.

A turvação pode ser medida por diferentes sistemas ópticos. Tais medições simplesmente mostram a resistência relativa à transmitância de luz e não um valor absoluto de contaminação.

Um turbidímetro vela é um método visual muito básico utilizado para medir a água muito turva. Os seus resultados são expressos em Jackson Unidades de Turbidez (uT). Um nefelómetro é mais útil na água de baixa turvação, com resultados expressos em turbidez nefelométrica Unidades (NTU) ou Unidades de Turbidez Formazina (FTU). JTU e NTU não são equivalentes.

Materiais em suspensão também podem ser medidos por partes quantitativamente milhão (ppm) em peso ou miligramas por litro (mg / L). Isto é possível por análise gravimétrica, filtrando a amostra tipicamente através de um disco de membrana de 0,45 mícron, depois de secagem e pesagem do resíduo.

O Índice de Densidade de Areia (SDI) fornece um valor relativo de suspensão assunto. Os valores medidos refletem a taxa na qual um filtro de 0,45 mícron vai ligar com o material em partículas na fonte da água. O teste SDI é geralmente utilizado para relacionar o nível de sólidos suspensos na água

Água Pura – Gosto

O paladar sensível é capaz de detectar concentrações de alguns ppm. No entanto, no sabor muitas vezes não é possível identificar determinados contaminantes. Um mau gosto pode ser uma indicação de contaminação da água de beber.

Água Pura – Cor

A cor tem contribuição essencialmente por material orgânico, embora alguns íons metálicos possam também dar tonalidade a água. A cor não é propriamente um problema à saúde, pois não indica nível de impurezas, sendo uma preocupação estética. A cor pode ser medida por comparação visual das amostras com ampolas de vidro calibradas ou concentrações conhecidas de cor soluções. A cor pode também ser medida utilizando um espectrofotómetro.

Água Pura – Odor

O nariz humano é o dispositivo de detecção de odor mais sensível disponível. É possível detectar odores em concentrações baixas até partes por bilhão (ppb). O cheiro é útil porque proporciona uma indicação inicial de contaminação que poderia ser perigoso ou pelo menos, reduzir a qualidade estética da água.

Água Pura – Análise da água

Uma análise mais aprofundada deve se concentrar na identificação e quantificação de contaminantes específicos responsáveis pela qualidade da água. Tais contaminantes podem ser divididos em dois grupos: os contaminantes e partículas dissolvidas.

Contaminantes dissolvidos são principalmente átomos iônicos ou um grupo de átomos que transportam uma carga elétrica. Eles são geralmente associados com a qualidade da água e problemas de saúde. Partículas em suspensão tipicamente são: - areia, vírus ou bactérias. O material particulado é geralmente responsável pelas características estéticas, como a cor ou parâmetros, tais como turbidez, o que afeta os processos de água.

Essas são mais algumas dicas/curiosidades que a ViaFiltros traz para os seus clientes.

Google por Ricardo Farias
Deixe uma resposta
Carregando...