Água: desafios da sociedade - Prêmio Jovem Cientista

O Prêmio Jovem Cientista deste ano tem como tema: “ÁGUA – DESAFIOS DA SOCIEDADE”. Os parceiros CNPQ, Fundação Roberto Marinho, Gerdau e GE decidiram alinhar o tema com a Política Nacional de Recursos Hídricos e o Ano Internacional de Cooperação pela Água, promovido pela UNESCO, em 2013.

O Prêmio Jovem Cientista existe há mais de 30 anos e tem como objetivos revelar talentos, impulsionar a pesquisa no país e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade.

A finalidade deste prêmio é criar um projeto que defenda novas tecnologias para o uso mais sustentável da água, já que o período entre 2005-2015 foi declarado como década Internacional para ação “Água, Fonte de Vida”.

Sabemos que a água é um bem precioso, vital para todas as formas de vida. Tem importância econômica, social e, maiormente, a busca pela água doce pode representar a luta dos dias futuros. Hoje há países brigando pelo petróleo, amanhã será pela água potável.

Vivemos tempos de insegurança e incerteza face ao futuro. Não se trata de uma incerteza social, mas de uma incerteza ecológica que põe em causa a sobrevivência de inúmeras espécies, incluindo a nossa. Conceitos como Desenvolvimento Sustentável e Educação para a Sustentabilidade fazem parte da linguagem do dia-a-dia, mas nem sempre os seus significados são verdadeiramente alvos de reflexão e crítica.

Por esse motivo, o principal propósito da UNESCO é a conscientização a respeito da importância da cooperação pela água nas diversas instâncias: local, regional, nacional e internacional. Visa também promover mudanças sobre os desafios da gestão, o acesso, distribuição e serviços relacionados à água.

É importante lembrar também que o ano Internacional de Cooperação pela Água pode ser uma retomada dos assuntos da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – Rio +20.

Atender às necessidades do presente sem comprometer as possibilidades de as futuras gerações atenderem às suas próprias necessidades. Esta é uma das definições mais abrangentes de sustentabilidade. Para ser sustentável, qualquer empreendimento humano deve ser ecologicamente correto, economicamente viável, socialmente justo e culturalmente aceito.

Quanto à água, podemos afirmar que sustentabilidade é utilizá-la de maneira consciente, garantindo que nossos filhos, netos e nossos bisnetos a tenham em sua forma própria para o consumo: pura. Além de nós humanos, que os animais e as plantas também possam usufruir desse tão grandioso bem. Que as indústrias, comércios e laboratórios tenham responsabilidade ambiental e tratem seus dejetos. E, maiormente, que nossos representantes políticos abracem de fato a causa, cooperem e sejam zelosos com a nossa água.

Fonte: http://www.jovemcientista.cnpq.br/

Google

Autor: Ricardo Farias

Deixe uma resposta
Carregando...